‌‌‌Dentro do carro, mulher tem overdose e filhas morrem de insolação

30/07/2020

 

Uma família dos Estados Unidos protagonizou um triste episódio na última quinta-feira (23). Natalie Chambers, de 31 anos, sofreu uma overdose dentro do carro e as duas filhas – de 2 e 4 anos – que estavam com ela, acabaram morrendo de insolação. Os corpos das três foram encontrados no veículo, quase 24 horas depois da tragédia.

Conforme os familiares da mulher contaram ao Daily Star, Natalie estava indo levar as filhas para brincar em um parque da cidade para aproveitar o dia de sol. Ela sofria de depressão e enfrentava problemas com drogas. A mãe acabou tendo uma overdose no estacionamento do parque, pouco antes de sair do carro com as filhas.

As duas meninas, Izabel e Elisa, acabaram ficando presas dentro do veículo com a mãe já inconsciente. Os termômetros no dia chegaram aos 34º C e as irmãs acabaram pegando uma forte insolação e também não resistiram. Sem conseguir contato com Natalie por um longo tempo, alguns familiares começaram a se preocupar e registraram o desaparecimento junto à polícia.

‘Mãe inspiradora’
Conforme testemunhas, o carro da mulher foi visto chegando ao estacionamento do parque cerca de uma hora depois que ela saiu de casa com as filhas. No entanto, ninguém foi visto entrando ou saindo do carro durante 24 horas. Foi apenas depois desse período que a polícia local encontrou o veículo com os três corpos dentro.

Familiares contaram que, apesar das batalhas que travava contra a depressão e o vício, Natalie sempre foi uma boa mãe. “Ela amava ferozmente suas filhas e era uma mãe inspiradora. Eu costumava dizer a ela que era feliz por ela ter feito isso [maternidade] primeiro, para que eu pudesse aprender com ela”, disse a irmã.

“Natalie tinha lutado no passado, mas tinha conseguido ajuda e era uma mãe incrível. Recentemente, durante a pandemia, ela ficou mais deprimida e obviamente teve uma recaída”, contou um outro familiar. Diversos moradores da cidade têm homenageado a mulher e as duas filhas desde o dia da morte delas. 

 

Fonte: Metrópoles 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload