UPA do Recanto das Emas recebe Wi-Fi Social

08/11/2019

 

Nesta quinta-feira (7) a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Recanto das Emas recebeu o programa Wi-Fi Social. Objetivo é conectar a população à internet de forma totalmente gratuita e tornar Brasília uma cidade inteligente. As UPAs de Ceilândia, Samambaia e São Sebastião já se beneficiam do serviço.

 

Além do novo ponto do Wi-Fi Social em Recanto das Emas, o projeto já funciona em outros 14 locais: UPA de Ceilândia, Feira Central de Ceilândia, Feira do Produtor de Vicente Pires, Rodoviária do Plano Piloto, Feira do Guará, Feira do Núcleo Bandeirante, UPA de São Sebastião, UPA de Samambaia, Feira do Paranoá, Feira do Gama, Hospital de Santa Maria, BRT de Santa Maria, BRT do Gama, Palácio do Buriti e em mais de 400 ônibus.

 

De acordo com o Secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo, em outubro o Wi-Fi Social recebeu mais de 700 mil acessos. Com o sucesso advindo do trabalho, o objetivo é ampliar e levar o serviço para outros lugares.

 

“A partir do mês que vem, a previsão é de que cheguem novos 600 ônibus da Piracicabana já conectados ao Wi-Fi Social. Com isso, serão mais de mil ônibus conectados à rede sem fio. O projeto tem ajudando tanto que só na UPA de Ceilândia, desde a sua inauguração, no mês de abril, tivemos 64 mil acessos. São números que nos deixam extremamente felizes”, comemora o responsável pela pasta.

 

A próxima inauguração será na UPA do Gama. Também será implementado o Wi-Fi Social na avenida principal do Recanto das Emas. O objetivo do GDF também é espalhar o projeto por avenidas, praças e paradas de ônibus que contêm mais aglomeração de pessoas, em toda a capital federal.

 

Ideia aprovada pela população

A moradora do Recanto das Emas Valquiria Mecias Ferreira, 47 anos, veio em busca de atendimento para tratar uma virose. “Eu vi o movimento aqui do pessoal e acessei. Está muito rápido [o funcionamento], eu acho uma ideia bem evoluída. Pacote de dados não é algo barato e isso aqui é uma distração e uma economia para nós”, elogia.

 

Quem também gostou da novidade foi Raimunda Ribeiro Viana, 47 anos, que acompanhava a irmã durante internação na UPA. “Eu estava aqui sem internet para me comunicar com a minha família e dar uma notícia sobre a minha irmã. Por isso eu achei tão importante esse projeto, além de ser uma distração acessar as redes sociais enquanto o tempo não passa”, acrescenta a moradora.

 

Como se conectar

Ao passar pelas áreas que oferecem o serviço, o interessado deve observar os seguintes passos: ir na seção redes de conexão Wi-Fi do seu celular, clicar em Wi-Fi Social e fazer um cadastro com nome, e-mail, número de telefone celular e CPF. E pronto. Você estará conectado.

 

A conexão é de 30 minutos, mas o cidadão pode, com o passar do tempo, reconectar-se quantas vezes quiser (não é necessário colocar os dados novamente). Além disso, o serviço garante o direito à privacidade individual, à neutralidade da rede e à proteção de dados pessoais.

Com informações da Agência Brasília.

 

Fonte: Correio Braziliense

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload